(21) 2445-4941 (21) 97236-2929

Av. das Lagoas, 12 - Gardênia Azul (Jacarepaguá), Rio de Janeiro/RJ

Artigos › 31/08/2017, 12:35

Mês Vocacional: Vocação do Catequista

“Ide, pois, fazer discípulos entre todas as nações, e batizai-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-lhes a observar tudo o que vos tenho ordenado. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim dos tempos.” (Mt 28, 19-20)

Jesus: o primeiro catequista

Com essas palavras, Nosso Senhor Jesus Cristo inaugura a evangelização. Como essas palavras podemos dizer que começa a Catequese cristã.

“Bem cedo passou-se a chamar de catequese o conjunto de esforços empreendidos na Igreja para fazer discípulos, para ajudar os homens a crerem que Jesus é o Filho de Deus, a fim de que, por meio da fé, tenham a vida em nome dele, para educá-los e instruí-los nesta vida, e assim construir o Corpo de Cristo.” (Catecismo da Igreja Católica, §4)

A catequese é a própria ação da Igreja, e de todos os seus membros, de fazer discípulos, de ajudar as pessoas a conhecer Jesus, de segui-lo e de amá-lo. O primeiro catequista é o próprio Cristo, depois os seus ministros: o papa, os bispos, os padres, religiosos, pais de família e demais leigos. Todos nós somos chamados a ser catequistas, a ensinar a fé a todos. Devemos cada vez mais valorizar o serviço da catequese, e incentivar as pessoas a servir nesse apostolado tão importante para a vida da Igreja.

Vamos destacar o serviço da catequese realizado por dois grupos de fiéis: os país de família e os catequistas em geral. Cada pai e mãe é chamado a ser os primeiros catequistas dos seus filhos. Devemos procurar ensinar, desde a mesma tenra idade, a fé aos nossos filhos. Não é possível esperar até que a criança chegue na catequese paroquial para ensina-la. Todo pai é chamado a conhecer profundamente a sua fé e de ensinar  aos seus filhos.

O catequista que trabalha nas paróquias deve ser um auxiliar da catequese doméstica. Somente dessa forma conseguiremos catequizar as nossas crianças e jovens de forma mais eficiente.

“A catequese é uma educação da fé das crianças, dos jovens e dos adultos, a qual compreende especialmente um ensino da doutrina cristã, dado em geral de maneira orgânica e sistemática, com o fim de os iniciar na plenitude da vida cristã.” (Catecismo da Igreja Católica, §5)

O catequista é chamado a anunciar Jesus Cristo com a sua própria vida. A amar Jesus, a compartilhar esse amor e essa vida em Cristo com os outros. O estudo da doutrina Cristã (Credo, Sacramentos, Mandamentos, e Oração) é fundamental para que o genuíno ensinamento da Igreja seja transmitido. Por isso os principais livros que devem acompanhar o catequista são as Sagradas Escrituras e o Catecismo da Igreja Católica. O catequista não fala por ele mesmo, mas em nome da Igreja, por isso ele deve ser fiel ao ensinamento que a Igreja sempre transmitiu desde os apóstolos ao longo desses  2000 anos de história. Oração e estudo da fé, eis o resumo da vida de todo catequista.

“No centro da catequese encontramos essencialmente uma Pessoa, a de Jesus de Nazaré, Filho único do Pai…, que sofreu e morreu por nós e agora, ressuscitado, vive conosco para sempre…Catequizar…é desvendar na Pessoa de Cristo todo o desígnio eterno de Deus que nela se realiza. É procurar compreender o significado dos gestos e das palavras de Cristo e dos sinais realizados por Ele. A finalidade definitiva da catequese é “levar à comunhão com Jesus Cristo: só ele pode conduzir ao amor do Pai no Espírito e fazer-nos participar da vida da Santíssima Trindade.” (Catecismo da Igreja Católica, §426)

 

Que possamos, todos nós, procurar dar catequese sempre que possível, mesmo que seja somente para nossos filhos, amigos e familiares. Não existe maior forma de aprender do que ensinar, e não há nada de mais importante do que aprender as verdades da nossa fé. Rezemos por todos os nossos catequistas, tanto para aqueles que nos deram catequese como para aqueles que estão hoje servindo nas paróquias pelo mundo. 

Se você sente o chamado para servir na catequese infantil ou de jovens e adultos, não tenha medo! Procure a Catequese Infantil ou a Iniciação Cristã na paróquia.

Salve Maria!