(21) 2445-4941 (21) 97236-2929

Av. das Lagoas, 12 - Gardênia Azul (Jacarepaguá), Rio de Janeiro/RJ

Artigos › 12/07/2017, 03:03

O que é o Sacramento da Unção dos Enfermos?

O Sacramento da Unção dos Enfermos, também chamado de Extrema Unção, é o sacramento dos doentes e moribundos. Se trata de uma unção especial que é oferecida às pessoas que estão gravemente doentes ou com perigo de vida.

De acordo com o Catecismo da Igreja Católica:

§1513 – “O Sacramento da Unção dos Enfermos é conferido às pessoas acometidas de doenças perigosas, ungindo-as na fronte e nas mãos com óleo devidamente consagrado – óleo de oliveira ou outro óleo extraído de plantas -, dizendo uma só vez “Por esta santa unção e por sua piíssima misericórdia, o Senhor venha em teu auxílio com a graça do Espírito Santo, para que, liberto de teus pecados, Ele te salve e, em sua bondade, alivie teus sofrimentos.”

Como todos os sacramentos, a Unção dos Enfermos nos oferece uma graça especial para a nossa salvação. Nesse caso, a Unção é oferecida para que o doente una o seu sofrimento ao sofrimento de Cristo na Cruz, pelos seus pecados e da humanidade inteira. E assim, caso venha a falecer, se prepare para o seu encontro definitivo com Deus na Vida Eterna.

§1499 – “Pela sagrada Unção dos Enfermos e pela oração dos presbíteros, a Igreja toda entrega os doentes aos cuidados do Senhor e glorificado, para que os alivie e salve. Exorta os mesmos a que livremente se associem à paixão e à morte de Cristo e contribuam para o bem do povo de Deus”

Qual a finalidade do Sacramento da Unção dos Enfermos?

§1527 – “O sacramento da Unção dos enfermos tem a finalidade de conferir uma graça especial ao cristão que está passando pelas dificuldades inerentes ao estado de enfermidade grave ou de velhice.”

Quando que o Sacramento da Unção dos Enfermos deve ser celebrado?

§1528 – “O tempo oportuno para receber a Santa Unção chegou certamente quando o fiel começa a encontrar-se em perigo de morte, devido a doença ou a velhice.”

§1529 – “Todas as vezes que um cristão cai gravemente enfermo, pode receber a Santa Unção; e também quando, mesmo depois de a ter recebido, a doença se agrava.”

Quem pode celebrar este sacramento?

§1530 – “Só os sacerdotes (presbíteros e bispos) podem ministrar o sacramento da Unção dos Enfermos; para isso, empregarão óleo benzido pelo bispo ou, em caso de necessidade, pelo próprio presbítero celebrante.

Também nas Sagradas Escrituras vemos a tradição dos apóstolos de celebrar esse sacramento desde o início da Igreja:

«Algum de vós está doente? Chame os presbíteros da Igreja, para que orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. A oração da fé salvará o doente e o Senhor o aliviará. E, se tiver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados»
(Tg 5, 14-15).

“A graça especial do sacramento da Unção dos Enfermos tem como efeitos:

  • a união do doente à paixão de Cristo, para o seu bem e para o de toda a Igreja;
  • o conforto, a paz e a coragem para suportar cristãmente os sofrimentos da doença ou da velhice;
  • o perdão dos pecados, se o doente não pôde obtê-lo pelo sacramento da Penitência;
  • o restabelecimento da saúde, se tal for conveniente para a salvação espiritual;
  • a preparação para a passagem para vida eterna.

(CIC 1532)”

É importante lembrar que o sacramento da Unção dos Enfermos não é um sacramento que acelera a morte do doente, muito pelo contrário. Dependendo da misericórdia divina, esse sacramento pode ser um canal de cura. Muitas pessoas têm medo de levar o padre ao doente com medo de acelerar a morte. Isso é extremamente errado, além de ser uma enorme falta de caridade e misericórdia.

Não deixe de chamar o sacerdote para celebrar esse sacramento em seus familiares e amigos, sempre que for necessário. Em caso de doença grave ou risco de morte, é dever de todo católico chamar o sacerdote mais próximo para conferir esse sacramento ao doente que foi validamente batizado.

Que possamos aproveitar esse importante sacramento que, em muitos momentos, será o último que vamos receber. Para enfim encontrar o nosso esposo celeste, o Bom Jesus!

No próximo artigo vamos começar a falar dos sacramentos de serviço, com o Sacramento da Ordem. Não perca!

Salve Maria!